03 maio

Quem não mede, não gerencia

FLUXO DE CAIXA; Dinheiro que entra, dinheiro que sai… A expressão “fechar o caixa” faz parte do dia a dia de  todo comerciante , pequeno empresário, MEI e correlatos. Infelizmente, se perder no controle do também faz.  Aí reside a importância do Fluxo de Caixa para a gestão financeira dos negócios.

Para comprovar isso, o questionamento que fica é:
A empresa em que você atua, gera  lucro sustentável ?

Aquele que não apenas independe de épocas específicas do ano, mas que é previsível e te dá segurança nos resultados atuais e futuros do seu negócio?

Fluxo de Caixa – A ferramenta do administrador moderno

O Fluxo de Caixa é um instrumento de controle financeiro que permite acompanhar as movimentações financeiras de uma empresa, através de uma relação das entradas (receitas) e saídas (despesas) realizadas em períodos determinados.

O Fluxo é uma das ferramentas mais importantes utilizadas na administração financeira. Ele auxilia na tomada de decisões e na melhora do desempenho financeiro através da otimização e alocação dos recursos da empresa.

Por que o Fluxo de Caixa é importante?  Quatro essenciais razões; 

Porque auxilia no gerenciamento de gastos;

Ao analisar corretamente o fluxo de caixa é possível que você identifique gastos desnecessários dentro de algum processo realizado na organização.Assim, por exemplo, em algum setor que esteja ocorrendo um desperdício de recursos; é possível observar esse gasto e corrigí-lo, podendo levar ao um aumento do lucro.

Porque assegura o controle financeiro;

Utilizando o Fluxo de Caixa , o administrador financeiro ou o agente utilizador da ferramenta, garante um maior controle das contas da companhia, sabendo exatamente quanto  está gastando e com o quê, além de estar ciente de tudo o que está entrando na empresa e de onde vem esse recurso.

Porque garante um planejamento financeiro; e

Através de uma análise de histórico de fluxos de caixas passados é possível fazer projeções que possam ajudar a companhia a se planejar financeiramente.

Analisando estes históricos, com deatlhes, a organização, consegue realizar  uma previsão de receita e de saída para determinado mês. Podendo prever impactos causados por diversos motivos, que podem variar desde uma crise econômica até a sazonalidade (que são as variações que influenciam nas organizações, normalmente climáticas , de movimento ou situacionais).

Porque apoia o processo de tomada de decisão.

Levando em consideração que o futuro pode ser baseado em lições do passado; para que  possamos planejar o futuro da empresa, é preciso que  reúnamos a maior quantidade de informações – atuais e históricas – possíveis.

Os dados retirados de uma análise de fluxo de caixa são valiosíssimos para embasar a tomada de decisão na organização, uma vez que,  conhecemos os históricos de entradas e saídas.
Dependendo da amplitude das mudanças que  realizamos, a tendência é que os resultados venham a se repetir e suas mensurações tornam-se mais exequíveis.

Conclusão: Vivemos em um mundo de transformação digital constante. Nossa sociedade moderna, está estruturada desde cedo, que é proibido errar. As escolas tradiconais demonstram que; quem reúne 90 % de acertos ou mais, está enquadrado na faixa A; de 80 % a 89 % de acertos na faixa B; 60% a 79 % de acertos na faixa C e, abaixo de 59,99 % inclusive, está reprovado. Na vida profissional de um executivo ou de um profissional moderno, não é diferente. A avaliação desempenho dos profissionais modernos, na prática é um dos poucos momentos, em que a vida de tais personas, são abaladas e desvia-se do lucro.  Em sua essência, acredito que com fluxo de caixa e com avaliação desempenho, não há espaços para erros ou equívocos, pois temos que incorporar a ciência do ser, onde o bom, é inimigo do melhor.

Um Abraço,

Marçal Andrade
Controller LOGJUR

related posts

add a comment