06 mar

A Revolução Data

big data jurídicoTransformar dados brutos em informação relevante: esta é a tendência entre os negócios que já perceberam o poder da transformação digital

Big Data Jurídico; Você já parou para pensar na quantidade de informações que chegam a nós em um único dia? Ou até mesmo em horas ou minutos? Se filtrar este volume imenso de dados já é algo indispensável em nossa vida pessoal, imagine no dia a dia das empresas, que precisam separar o joio do trigo, verificar que informações podem ser úteis para os negócios e, sobretudo, lapidar aquele dado para que ele se transforme em um instrumento capaz de agregar valor para uma organização.

Neste sentido, se gerenciar e analisar todo o montante de dados relativo ao ambiente interno e externo de um negócio sempre foi uma ação de extrema importância, imagine agora, com a transformação digital batendo à porta e as empresas percebendo que, se não se fortalecerem para a construção de diferenciais competitivos, ficarão para trás do universo da disrupção.

Dentro desta tendência, vemos surgir no mercado uma série de soluções capazes de melhorar a gestão do Big Data que compõe a realidade de uma empresa, criadas, sobretudo, por startups inovadoras atentas a necessidade de transformar dados brutos em conhecimento, de modo que possam ser úteis para as tomadas de decisões de uma organização. Segundo a Gartner, por exemplo, até 2020, ferramentas de análise de dados e Business Intelligence se tornarão cada vez mais complexas, somando capacidades como a geração de estudos baseados em Inteligência Artificial.

Ainda que notemos uma tendência de crescimento nos investimentos em análise dados, movimento este apontado pela própria Gartner, o fato é que muitas empresas no Brasil ainda cometem o equívoco de deixar os investimentos em transformação digital para o futuro, mesmo quando notamos que investimentos neste campo geram otimização em processos internos e melhoria dos resultados como um todo, uma vez que, ao transformar dados em informações relevantes, conseguimos, por exemplo, verificar as necessidades e carências do negócio, e assim, investir e ampliar seus pontos fortes. É hora de deixar essa resistência para trás e vencer a barreira do conservadorismo gerencial.

A Revolução Data no ambiente jurídico
A boa notícia é que o universo jurídico, mesmo com todas as suas resistências, já se abre para um terreno de transformação digital e exploração eficiente dos dados com big data jurídico. Graças a isso, hoje podemos encontrar muitas soluções disruptivas desenvolvidas diretamente para escritórios de advocacia, tribunais, organizações e para o auxílio das rotinas dos departamentos jurídicos de grandes corporações, por exemplo.

Em um Big Data Jurídico benefícios são muitos. No plano da gestão de dados, por exemplo, uma vez podendo contar com ações como a identificação, monitoramento e controle de informações de contenciosos a partir de processos automatizados, o tempo, que antes era perdido entre advogados e demais profissionais em rotinas exaustivas e passíveis de retrabalho, pode ser investido em atividades de cunho decisório.

Consequentemente, a condução de processos tende a se tornar mais ágil, trazendo benefícios para a sociedade que só tem a ganhar com a maior eficiência do ambiente jurídico brasileiro. Por sua vez, com a gestão estratégica do contencioso, companhias ganham com a desjudicalização de conflitos e uma maior sustentabilidade dos negócios. Por fim, os próprios dados de processos anteriores armazenados por empresas, escritórios e tribunais, podem servir de parâmetro para uma análise otimizada e comparação com situações atuais, fatores esses, que melhoram a rotina decisória dos profissionais envolvidos com a condução de um determinado processo.

Conclusão
Para absorver todos esses benefícios é fundamental que gestores se abram para uma mentalidade inovadora, capaz de unir o potencial humano ao das ferramentas criadas pelo ambiente de negócios disruptivo da contemporaneidade. Fugir da transformação digital, como gosto de frisar, não é uma escolha inteligente e, em meio a revolução data, ganharão aqueles que conduzirem as mudanças por meio da transformação de dados em conhecimento.

 

Celina Salomão
Empresária Consultora e Mentora. Profissional da gestão. 

related posts

add a comment